segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Por que te calas, Obama?

O fim do mundo poderia estar começando em Gaza e, ainda assim, pelo jeito ninguém ouviria uma palavra sequer do presidente eleito dos Estados Unidos a respeito.

Não se espera que Barack Obama assuma ares de presidente, o que ele ainda não é. Tampouco se poderia prever alguma manifestação dura contra qualquer lado do conflito. Não se exige, enfim, que ele tome posições definitivas.

Mas o conflito entre Israel e o Hamas é o único, rigorosamente o único assunto importante sobre o qual Obama adotou o silêncio dos sepulcros.

3 comentários:

Stefano disse...

Obamessias dá pitaco sobre a crise global e outros temas, mas quando o assunto é o conflito árabe-israelense, o vaselínico amulatado responde: "só há um presidente por turno"...Ainda bem que Israel não esperará sua entronização, para resolver a parada.

leonardo marona disse...

isso pode parecer - e sei que meu pai deve concordar - uma espécie de síndrome conspiratória, mas não haveria uma relação direta - como sempre teria havido, aliás - entre o silêncio norte-americano e o grande lucro armamentista que, em tempos de crise, movimenta a economia ocidental e oriental, principalmente a norte-americana, que alimenta Israel e a central palestina, que alimenta os tanques com combustível? eu não sei, mas acho que há algo de estratégia de levante econômico no fundo dessa guerra, como em todas as outras. isso irrita, porque nos reduz a nada. e sempre que os EUA ficam quietos, eu penso: "bom, que se abram as cortinas".

leonardo marona disse...

além do que, já reparam que as guerras surgem imediatamente após uma grave crise econômica?

Postar um comentário