segunda-feira, 7 de julho de 2008

A PM do Rio não tem jeito

Não pode existir polícia militar mais corrupta e incompetente que a do Rio de Janeiro. Não pode. Não estou fazendo uma afirmação política. Tenho reconhecido o esforço do governo do estado no combate ao crime. Não faço críticas ao secretário de Segurança, que me parece honesto e bem intencionado. Mas gostaria muito que alguém me mostrasse que existe, no Brasil, uma polícia militar pior do que a nossa.

Na noite de domingo, policiais militares fuzilaram um menino de três anos. Não foi acidente. Os canalhas mentiram que o carro em que o menino estava ficou por acaso no meio do fogo cruzado entre eles e bandidos que estavam sendo perseguidos.

Mentira. Mentira tão deslavada que nem o secretário de Segurança acreditou nela, ao afirmar, hoje à tarde, que não é possível que tenham acertado 15 tiros num carro que não era o alvo. Sim, acertaram 15 tiros no carro que estava sendo dirigido pela mãe do menino João Roberto, Alessandra Amorim Soares. Ela não ficou no fogo cruzado. Quando percebeu que havia uma ação da polícia, aparentemente contra algum bandido, encostou o carro junto ao meio fio. Os soldados, segundo os primeiros depoimentos, cercaram o carro dela e atiraram numa senhora com dois filhos como se estivessem atacando ladrões e traficantes.

Depois da indignação provocada pela demonstração de que PMs motociclistas montaram uma quadrilha para extorquir dinheiro de motoristas em situação irregular, a notícia do assassinato de uma criança de três anos me faz perguntar: a PM do Rio tem jeito?

Não é o caso de fechar, zerar tudo, passar a régua, demitir corruptos, incompetentes, despreparados, malandros e começar tudo de novo?

Um comentário:

Olga disse...

Oi, Marona, tudo bem?
A Polícia do Rio consegue em duas semanas marcar bobeira com a classe média. Porque alvejar pretos pobres já é costume. O PM que fazia segurança para o filho da promotora na Baronetti mostrou, no mínimo, despreparo ao lidar com brigões. Os que mataram o menininho na Tijuca deveriam ser expulsos imediatamente da corporação. Essa Polícia, que ganha muito mal, como todos sabemos, precisa é de preparo para cuidar da população, não para sair por aí de arma na mão, cometendo atrocidades.

Postar um comentário